segunda-feira, 22 de julho de 2013

ESTRUTURA FÍSICA DO BARRACÃO NO ANGOLA


O barracão da nação Angola recebe dentro do culto o nome de INZO (nzo) (também
SENZALA) - O termo Inzo é oriundo da língua Kimbundu, no dialeto umbundu, e quer dizer
CASA ou TERREIRO.
Divide-se em várias partes rituais e outras litúrgicas, com nomes próprios do culto Angola,
como veremos a seguir:
SAMBILÈ - Espaço na casa onde se fazem os rituais públicos e danças ritualísticas,etc (Barracão)
ANGOMI DUILO - Cumeeira
LAMBURU - Chão da casa
INZO PAMBUNJILA - Casa de Exu
LEMBAC I - quarto destinado aos NBÀ INKISI do zelador, junto com o NBÀ INKISI do primeiro KAMBONDO (ogã no ketu) e da primeira MAKOTA (ekedje no ketu)
KASSIMBA - poço
INDEMBURO - runkò
INZO JAWÀ - Casa do agbo onde ficam os porrões de agbo dos filhos.
PAGODÒ ou KATUJ I - banheiro (baluwé)
INZO KITEMBU - Casa de Tempo
INZO YOMBETÀ - casa dos numbes (eguns)
INZO KALUNGOME - Casa dos NBÀ INKISI de pais de santo mortos, também LEMBÁ,LEMBARANGANGA  e NJAZI dos filhos.(ILE IGBOSAIN) fica situado em locais mais isolados da roça.
JUREMA ou ALDEIA - Local dos assentos dos caboclos
INZO MUZAMBÚ - Quarto preparado para o jogo de búzios.
INZO KASSUBENKA ou GONZEMO - Quarto dos assentamentos dos filhos da casa
PEPELE - Local dos ngoma (atabaques).


NGOMA: Conjunto dos 3 atabaques. Rum = ngoma; rumpi = ajeongoma; lé  = gonguê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário